terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Quando tu for mãe tu vais entender!!!

Quantas e mais quantas vezes eu escutei essa frase.... que quando eu tivesse um filho eu iria entender.... mas entender o que???

Essa pergunta eu muito fiz, entender o que? E agora eu tudo entendo.
Entendo esse amor absurdo, que quando eu lia nos livros, revistas, sobre um amor que nasce junto com o bebê, que transforma, que arrebata e arrebenta, esse amor mágico e místico eu sempre duvidava, lia, escutava outras mães falarem, sempre com aquele ar de ceticismo próprio de quem não entende ainda.

Esse amor é mágico porque vem não sei de onde e chega não sei como. Tu entras na sala de parto amando o bebê, lógico, mas o amor que tu entras naquela sala é um, é um amor meio idealizado mas ao mesmo tempo meio aéreo porque tu amas uma barriga, uma foto meio disforme que tu vê todo mês, tu amas umas mexidas dentro de ti, tu amas um ser que tu ainda não pegastes, não vistes, não cheirastes.... esse é um amor meio abstrato que no momento que tu vês aquele serzinho, ou serzão, de ponta-cabeça, chorando, quando tu tens aquele momento meio autista (eu pelo menos fiquei meio autista nessa hora) que depois de 9 meses e muitos dias teu bebê está ali, e é teu, só teu e tão teu que tudo tu esqueces, tudo se torna pequeno, insignificante e coadjuvante, ali, naquele momento, nasce um filho, uma mãe e O Amor.

O Amor com letras maiúsculas mesmo, porque todo e qualquer amor que tu já sentistes, mesmo o amor que tu sentes pelos teus pais, todos os amores românticos, amores pela família, amigos, todos, completamente todos, não chegam perto desse amor. É um amor sanguinário, primitivo, que vem das entranhas mesmo, aquele que faz com que tu sejas capaz de tudo por aquela pessoinha.

Ali, naquele momento, tu entendes tudo, entendes as frases, os atos, as brigas, entendes teus pais e aí tu levas uma porrada, um direto na cara que te faz cambalear, porque ali tu compreendes  o sentimento que teus pais tem por ti e tu vê como o teu amor por eles não é nada quando comparado ao deles por ti.
E ali tu fica mal. Eu pelo menos fiquei. Chorei copiosamente por me dar conta do atamanho do amor que meus pais sentiram quando nasci e o quanto estarei em dívida para sempre por esse amor.

Realmente essa frase feita, super clichê de "quando tu for mãe tu vais entender" é a mais pura verdade. Hoje eu entendo, completamente entendo.

Agora é esperar uns 30 anos para levar o próximo tapa na cara porque dizem que avó tem esse amor de mãe duplicado....


TE AMO MINHA VÉIA!!!

18 comentários:

  1. Ai Jorgea que liiiiindo!!!
    Tô chorando aqui...
    Não vejo a hora de sentir essa emoção, de ter esse amor aqui do lado de fora e poder apertar e dizer: é minha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Shai, logo logo tu vai sentir tudo isso guria.
      bjs

      Excluir
  2. Os filhos já nascem nos ensinando que ainda temos muito que aprender e entender. A mãe que nunca disse essa frase aos filhos (quando tu tiver teus filhos irá entender) que atire a priemira pedra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tuka, acho que aprendemos mais do que ensinamos né...
      bjs

      Excluir
  3. Linda, parabéns pelo texto. É mesmo assim. É o AMOR DE MÃE, e tu te tornou uma linda mãe!

    beijão!

    ResponderExcluir
  4. LIndo jorgea!!
    Concordo plenamente um amor primitivo, e vem com um instinto de proteção a cria enorme!!! Mara!!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Olá, conheci seu blog através do Grupo da Bru!

    Eu tb sempre ouvia minha mãe me dizer isso e também entendi depois que tive meus filhos.. Quantas vezes eu era pequena, e ela dizia que estava com cólicas e tinha que fazer almoço, limpar casa e etc, e eu dizia mamãe vai deitar, ela dizia que não podia e falava, quando vc tiver seus filhos vc vai fazer a mesma coisa filha, e eu dizia que não!, rs.. Hoje faço o mesmo e ela fica: Minha filha vai deitar, vc esta cansada, e eu fico rindo d situação... rs... Mas é isso ai, amei seu texto...

    Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi Ju, pois é, nossos pais se sacrificaram muito por nós, agora é a nossa vez de ver e saber como é
      bjs

      Excluir
  6. É engraçado né a gente quando pequena ou ate mesmo adulta houve dos pais e hoje falo pro meu filho isso kkk, e ele tem 9 anos...hoje eu vejo e lembro das palmadas, das xingadas, dos sermoes e penso nossa meus pais tinham razão hehehe, mas no momento eu não entendia, ficava brava, mas hoje sei que o que eles faziam era pro meu bem....

    Lindo o teu baby parabens, adorei a foto de vocês trÊs, aproveita bem a tua "veia" porque eu to com uma saudade da minha, to ah 5.500 km de distancia...beijocas nos dois!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi guria, total agora eu entendo muito meus pais.
      obrigada viu e eu morei 4 anos longe da minha véia assim como tu, morava na frança e a saudade era gigante.

      bjs

      Excluir
  7. Pior que é verdade essa frase que tanto escutamos quando pequenas... hoje entendo muitas coisas que antes não faziam sentido.
    adorei!
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alessandra, pois é, como a gente escuta isso né, principalmente na adolescência, agora a gente entende.

      bjs

      Excluir
  8. Esse post foi um tapa na minha cara... Minha mae falava muuuito. Parabens pela descriçao integra do sentimento pq eu li balançando a cabeça positivamente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada querida... é um tapa na cara sempre né...rs

      Excluir
  9. Lindo Jorgea! Me emocionei muito.. é isso mesmo! Amor q não da nem pra explicar...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi Pâmela, obrigada, mas é isso mesmo.... sem explicação mesmo.
      bjs

      Excluir